Visualizações de página do mês passado

ATENÇÃO

QUER AJUDAR O BLOG ?
Deixe um comentário a baixo de uma postagem ou marque, bom, muito bom ou ruim.

sábado, 16 de julho de 2016

Ela folha



Ela era folha, e o vento a levava
Ela era folha, e a natureza a amava
Ela? Folha! Que não sabia aonde ir
Sua liberdade, a fazia sorrir

Voava meio sem rumo
Em seu coração, não havia prumo
Parecia sozinha no mundo
Não tinha sonhos de um amor profundo

Pois foram pisados por um velho amor
Sem amor, incolor, cheio de dor
Assim, seu coração caminhava
Assim, sua alma chorava

A decepção a fez encontrar-se
Por si mesma, decidiu apaixonar-se
A alegria de amar o outro, ficou pra traz
E o desgosto tomou sua vida, foi sagaz

Ela? Folha! Voo pros braços de outro alguém
E aquele velho amor, não a faz mais refém
Encontrou outra vez a alegria de amar
E descobriu quão incrível pode ser um par

Aprendeu outra vez a partilhar
Seu coração pôde novamente,  a outro ser amar
E quão livre a fez esse amor
Trouxe amor, a pintou, limpou sua dor

Aquela folha, ela! Continua a voar
Não deixou de se amar
Mas hoje,  com outro alguém aprendeu a compartilhar
Um amor tão profundo, que a faz querer o mundo pintar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário